Estamos fechados para férias 11-18 Julho.
  • No products in the cart.
Login
fam-land-1-scaled-blackwhite

Projecto de Adega Familiar Moreira & Picard

Adoramos vinho, adoramos produzir vinho e adoramos contar estórias sobre vinho. Tal como a vida, a vinificacão combina arte, artesanato, amor, súor, lágrimas, umas gotas de sangue e sorte e acaso q.b. Para partilharmos a nossa paixão pela produção de vinho, construímos a nossa adega no coração da cidade, para dela fazermos parte.

Do Acasalamento das Rãs à Adega Urbana

Pensamento mágico em 14 passos lógicos

1. Acasalamento das rãs e pensamento mágico

antes de 2013

Começaram como investigadores universitários, a Catarina como bióloga evolutiva explorando o acasalamento de rãs em Portugal e o David como antropólogo estudando o pensamento mágico no Oceano Índico Ocidental. Conheceram-se num churrasco de amigos e estão juntos desde então.

2. De volta à Universidade

2013

Decidimos produzir vinho juntos e passámos dois anos a estudar enologia e viticultura no Instituto Superior de Agronomia, na Universidade de Lisboa. O estágio profissional levou-nos à região do Alentejo.

3. O primeiro lote de tinto na ``casa de banho``

2013

O primeiro tinto foi feito na nossa casa de banho, em Santa Catarina, frente a uma janela com vista para o Tejo e para os telhados de Lisboa. Cheirava a uma mistura de cola UHU, compota de morango e Xerez oloroso, usado em ocasiões especiais quando os últimos convidados tardavam a sair. Um vinho no mínimo curioso.

4. Rheingau e Universidade de Geisenheim, Alemanha

2014

Estudantes Erasmus pela primeira vez nas nossas vidas. Fizemos o segundo ano do mestrado em enologia na Universidade de Geisenheim, na Alemanha, juntamente com o Vinifera Euromaster Programme.

5. Os anos da enologia itinerante

2015

A Catarina torna-se enóloga assistente na Provins, na Suíça e mais tarde na Grande Enseada, em Redondo, Portugal. Em 2017, torna-se enóloga residente na Herdade da Barrosinha, em Alcácer do Sal, trabalhando com um dos enólogos mais experientes de Portugal, António Saramago.

6. Investigação em enoturismo à volta do Mundo

2016

Investigação na África do Sul, Califórnia (EUA), Áustria, e China, financiada pela Universidade de Lausanne (Suíça) onde o David é Professor Catedrático, que permitiu perceber como trazer o enoturismo para o século XXI.

7. Compra da oficina de automóveis

2016

À procura de um local industrial, encontrámos esta velha oficina de automóveis em Belém. Foi amor à primeira vista com este local estranho e maravilhoso, cheio de equipamento antiquado, numa localização perfeita. Tornar-se-ia a nossa adega.

8. Actualização dos documentos

2018

Foi necessária a ajuda de dois advogados, quatro notários e mais de 70 vizinhos para conseguirmos actualizar todos os documentos legais no Registo Predial.

9. Projecto de renovação submetido

2018

O projecto de transformação da garagem em adega é submetido à Câmara de Lisboa.

10. Começam finalmente as obras

2019

A adega recebe um estrutura à prova de sismos, nova cablagem eléctrica, portas corta-fogo e um telhado de alta eficiência energética.

11. Chega o equipamento da adega

2019

Dez cubas em inox desenhadas por nós, barricas de carvalho, bombas, desengaçador e uma prensa vertical. A adega tem todo o equipamento para funcionar.

12. Pronta a funcionar

2019

Conseguimos finalmente as licenças de utilização e industrial: podemos abrir.

13. Abertura da sala de provas

2020

Após um ano intensivo de trabalhos de demolição, alvenaria, carpintaria, canalização, reboco, pintura, negociação com empreiteiros e programação de sites, a adega está pronta a abrir ao público. A epidemia do vírus Corona obriga-nos, mais uma vez, a adiar a abertura.

14. Primeira vindima a sério

2020

2020 será a primeira vindima a sério e a 100% na adega. As vindimas de 2018 e 2019 tiveram de ser feitas noutras adegas.

Da uva ao copo de vinho

Aspectos práticos da produção de vinho urbana
IMG_0995-copy-1-scaled-blackwhite

Arinto, Moscatel Graúdo, Touriga Nacional, Antão Vaz, Alicante Bouschet, Castelão, Aragonez, Tinta Barroca — os nossos vinhos são feitos de castas autóctones produzidas em vinhas em gestão integrada nas duas margens do rio Tejo.

IMG_20190601_104504640-scaled-e1581928914147-blackwhite

Plantadas por viticultores locais, sob influência edafo-climática Atlântica, nas regiões vinícolas de Lisboa e Setúbal, as nossas uvas beneficiam de longos períodos de maturação, pela combinação de longas horas de sol e o fresco proveniente do oceano Atlântico e do rio Tejo.

IMG_20191202_162448-scaled-e1581928646193-blackwhite

As uvas são apanhadas à mão às primeiras horas do dia. Temos uma pequena carrinha, uma Toyota Dyna 150, quase tão velha como nós (mas em muito melhor forma), para transportar as uvas até à adega, onde são fermentadas com o mínimo de intervenção possível (segundo nós!). Processamos anualmente cerca de 15 toneladas.

Vinho de pessoas feito por pessoas.

Tecnologia de Vinificação

A nossa abordagem de baixa intervenção na vinificação combina técnicas tradicionais de fermentação espontânea, estágio em barricas de carvalho, pisa a pé e maceração pelicular, com técnicas mais modernas.

Minimizar o impacto ambiental

O nosso sistema de frio e as bombas vinícolas estão equipadas com inversor de frequência para reduzir o consumo de energia. Somos membros de várias sociedades de gestão de resíduos em Portugal e no resto da Europa.

Prémios

Um dia, também os nossos vinhos receberão muitos prémios em concursos de vinho nacionais e internacionais.

Copos de prova de vinho

Usamos copos de prova profissionais, mais pequenos que os copos gastronómicos, com uma abertura mais estreita e uma parte convexa que optimiza a concentração de aromas.

Tratamento de águas residuais

Na adega usamos filtros de separação de sólidos e temos a nossa própria ETAR, que nos permite reduzir o CBO a 90%.

Subsídios públicos

Por causa do carácter único do nosso projecto, não nos enquadramos em nenhuma categoria de financiamento público e, por isso, não recebemos quaisquer subsídios.

Sulfitos

Porque o vinho é o estado efémero (e intermédio) da transformação da uva em vinagre, usamos quantidades mínimas de sulfitos para conservar o vinho como vinho.

Laboratório

No nosso laboratório podemos medir a acidez, o pH, a densidade, a temperatura e os valores de sulfuroso (SO2) do mosto e do vinho.

Adega Familiar

Somos uma adega familiar. Toda a família (sem excepção) está envolvida e os estagiária(o)s participam em todas as actividades da adega.

EQUIPA

Catarina Moreira
Chefe Enóloga

Bióloga e enóloga, a Catarina está envolvida em todas as actividades do dia-a-dia.

Júlio Moreira
Chefe distinto provador de vinhos

O Júlio é forte como um urso e tem as respostas acertadas sempre que tudo o resto falha.

David Picard
Chefe do Faz-Tudo

Antropólogo e enólogo, o David está envolvido em todas as actividades do dia-a-dia.

Helena Nascimento
Chefe Rato de Laboratório

A Helena é química de profissão e a melhor avó Portuguesa do Mundo.

Ana Lula & Sofia
Chefes dos chefes

A Ana e a Sofia são as chefes dos pais e dos avós e são, na verdade, as chefes de toda esta aventura.

Chefe assistente da sala de provas
Chefe assistente da sala de provas

Sabe tudo sobre sobre vinhos, é extremamente paciente, sabe bem contar estórias e fala 27 línguas.

Lili
Chefe cadela da adega

A Lili é uma apanhadora de bolas profissional e mantém a equipa sempre junta.

Estagiário(a) daqui e dali
Chefe estagiário(a) multifunções

Tem imensa paciência, vontade de aprender, resistência, músculos, apetite e carta de condução.